Navegar / buscar

A Caixa de Ferramentas

Quando consegui o meu primeiro emprego no início da década de 70, em uma farmácia, tinha 10 anos de idade. Desde então sempre estive ligado à área da saúde, foram 35 anos entre drogarias, técnico de segurança do trabalho, prótese odontológica e área administrativa do SUS.

Quando no início de 2008 entrei para a Universidade Federal de Uberlândia, e fui trabalhar como assistente em administração na Biblioteca do Campus Umuarama, diversas pessoas me disseram, em outras palavras, que era um trabalho insignificante para alguém com minha experiência. Uma amiga chegou a dizer que teria que jogar fora a minha caixa de ferramentas. Disse a ela que não jogaria a caixa inteira, no máximo descartaria algumas ferramentas.

Como sempre fui um “generalista”, nunca me aprofundei em um assunto a ponto de não dar atenção ao que acontece a minha volta, sempre tive interesse em aprender de tudo um pouco, mesmo que o aprendizado não me traga benefício imediato, como diz o ditado popular saber não ocupa lugar, assim minhas ferramentas são versáteis o suficiente para me serem úteis mesmo em outra área de atuação.

Não é pelo simles fato de ter mudado de área de trabalho que tenha que esquecer tudo que aprendi, e imaginando uma maneira de utilizar essa experiência ociosa é que pensei em criar um Blog, assim nasceu o MISTIFÓRIO…

Deixe um comentário

nome*

email* (não publicado)

website