Navegar / buscar

Cinco dicas de Segurança para manter seu PC Seguro na Internet

Você tem um bom programa antivírus instalado no seu computador? Se você tiver, ótimo!
Este é apenas um passo importante e necessário para proteger o seu PC de ameaças cibernéticas. No entanto, não é a única coisa que você pode fazer, e não deve confiar somente no software antivírus, por melhor que ele seja, para manter seu sistema seguro.
Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a garantir que o seu sistema não seja vítima de criminosos cibernéticos. Essas dicas foram escritas para o Sistema Operacional Windows, mas com as devidas adaptações podem ser úteis para qualquer sistema operacional.

1. Mantenha as atualizações do Windows em dia, pelo menos as importante.
A maneira mais prática de fazer isso é configurar o Windows Update pra baixar e instalar as atualizações automaticamente, mas se você é daqueles que fica incomodado com as notificações, a necessidade de reiniciar o computador após algumas instalações ou com os erros ocasionais que acontecem nessas atualizações, minha sugestão é que desative as atualizações automáticas para ficar livre das intromissões inoportunas, mas deve procurar por atualizações, manualmente e na hora que lhe convier, no mínimo uma vez por mês.

Atualizações automáticas do Windows Update
Atualizações automáticas do Windows Update

Isso é algo que realmente ajuda a manter seu PC a salvo de malwares e outras pragas. Muitos invasores são projetados para usar vulnerabilidades conhecidas do sistema, os famosos bugs de segurança. Ao atualizar regularmente o seu sistema operacional, você vai ter a certeza de obter todas as correções de segurança mais recentes que são lançadas pela Microsoft para corrigir tais falhas e a frequência de sua publicação pode variar de horas à meses.

2. Aprender e sempre exercer hábitos de navegação segura.
Isso significa não clicar em links suspeitos, não abrir mensagens de e-mail se você não conhece o remetente ou se o assunto está fora de contexto, não baixar nada a partir de fontes desconhecidas ou suspeitas.

Resultado de busca monitorada pelo WOT mostrando um possível problema
Resultado de busca monitorada pelo WOT mostrando um possível problema

Se vai fazer o download de algum software, dê preferência ao site do fabricante, sites de terceiros serão sempre menos confiáveis para aquele item específico.
Se é difícil para você identificar um link suspeito, considere instalar uma extensão que monitore a segurança das páginas visitas, nos navegador utilizados por você. O Mcafee Siteadvisor e o WOT (Web of Trust) são exemplos de extensões de navegador para esse fim.
Você também poderá usar qualquer outra ferramenta semelhante, é uma maneira de fornecer garantia adicional que você está clicando em um link seguro.

3. Use um firewall, além do software antivírus.
Um firewall (em português: Parede de fogo) é um dispositivo de uma rede de computadores que tem por objetivo aplicar uma política de segurança a um determinado ponto da rede.
Este dispositivo de segurança existe na forma de software e de hardware, a combinação de ambos é chamada tecnicamente de “appliance”. A complexidade de instalação depende do tamanho da rede, da política de segurança, da quantidade de regras que controlam o fluxo de entrada e saída de informações e do grau de segurança desejado.

Firewall do Windows - Tela inicial
Firewall do Windows – Tela inicial
Firewall do Windows - Tela de configurações avançadas
Firewall do Windows – Tela de configurações avançadas

O Firewall do Windows funciona muito bem, é gratuito e já é instalado junto com o sistema operacional de seu computador.
Nas Configurações avançadas, você pode configurá-lo para trabalhar como qualquer firewall de terceiros para bloquear o tráfego de entrada ou de saída suspeito, informando sobre suas ações.

4. Crie uma conta de usuário separada
O usuário inicial, criado na instalação do Windows tem poderes administrativos, isso significa que esse usuário está autorizado a fazer qualquer alteração no sistema, isso poderá ser usado por softwares maliciosos para fazer alterações não autorizadas no sistema de modo silencioso, ou seja o usuário não perceberá que alterações estão sendo feitas, até que seja tarde demais, por segurança esse usuário deverá ter uma senha ativa.

Tela de logon do Windows
Tela de logon do Windows

Criar uma conta de usuário separada com direitos limitados e sem senha para todos que usam o computador, você, seus filhos, parentes ou amigos.

Isso irá garantir que enquanto estiverem “logado” nesse usuário os eventuais softwares maliciosos não poderão fazer quaisquer alterações significativas e potencialmente perigosas para o sistema.
Ter uma conta com privilégios limitados significa que softwares maliciosos não serão capazes de executar qualquer programa que requer privilégios de administrador sem que seja solicitada uma autorização do administrador.

5. Faça uma varredura com seu antivírus em todo dispositivo de armazenamento externo conectado em seu computador
Crie o hábito de sempre fazer uma varredura com seu antivírus em qualquer dispositivo de armazenamento de dados externo conectado ao computador.

Tela de escaneamento de uma unidade externa com o Avast
Tela de escaneamento de uma unidade externa com o Avast

Mesmo se você optar por não ter acesso à internet para evitar ter seu computador infectado com malware, há sempre esta outra forma utilizada por malwares para entrar no seu PC. Se você conectar uma unidade USB ou um cartão SD que já foi usado em outros computadores, em o seu PC, há sempre uma chance de que ele pode ter pego um vírus e pode transferi-lo para seu disco rígido. Muitos programas antivírus verificam dispositivos de armazenamento externo por padrão, mas isso é algo que você precisa verificar e certificar-se de que está definido assim e se realmente executa os exames sempre que um drive externo é conectado.

Tendo sempre um programa antivírus ativo, configurado para atualizar automaticamente as definições de vírus, seguindo as dicas acima e principalmente praticando uma navegação segura, terá grandes chances de surfar por anos na web sem maiores problemas com vírus ou outras pragas virtuais.
A internet pode ser um lugar seguro e agradável, ou pelo menos você pode se sentir assim.
Sabendo que está fazendo todo o possível para proteger seu PC, seus dados e informações de ameaças virtuais, deve se sentir tranquilo o bastante para desfrutar a paz de espírito que vem desse conhecimento.

Esse texto foi baseado no artigo do site auslogics.com

Deixe um comentário

nome*

email* (não publicado)

website