Navegar / buscar

Lentes de Vento – Lens of Wind

Em 2011 a CEMIG apresentou o mapeamento eólico de Minas Gerais que identifica os locais promissores no Estado para implantação de empreendimentos de geração de energia eólica.

Segundo o estudo o Estado tem um potencial de 40 gigawatts (GW), para efeito de comparação isso é 3,5 vezes a capacidade da usina de Belo Monte que será construída no Pará e 2,7 vezes a de Itaipu.

Agora, mais uma inovação nas turbinas eólicas promete dar novo impulso a essa energia limpa. O professor Yuji Ohya da universidade de Kyushu no Japão concebeu o gerador eólico (vídeo) que poderá ser até três vezes mais eficiente que os atuais, isso teoricamente multiplica o potencial mineiro, tornando esse tipo de geração de energia competitivo economicamente.

O mais interessante é que a inovação é de uma simplicidade franciscana,  a diferença está no aro ao redor das pás do gerador, chamado difusor ou “lente de vento”. Sua função é causar turbulência no ar, gerando uma zona de baixa pressão imediatamente atrás do gerador, aumentando assim a velocidade com que o vento passa pelas suas pás.

Pela simplicidade, esse mecanismo pode até ser instalado nas turbinas já em operação, aumentando assim sua eficiência.

É a energia elétrica a cada dia se tornando mais verde…


Deixe um comentário

nome*

email* (não publicado)

website